¿ DE QUÉ QUIERE USTED LA IMAGEN?-Gabriela Mistral

DE QUE VOCÊ QUER A IMAGEM?

Gabriela Mistral, seudónimo de Lucila Godoy Alcayaga (Vicuña, 7/04/1889 – Nueva York, 10/01/1957), fue una poetisa, diplomática, profesora y pedagoga chilena. Por su trabajo poético, recibió el premio Nobel de Literatura en 1945. Fue la primera mujer iberoamericana y la segunda persona latinoamericana en recibir un premio Nobel.
– Ahora que las manifestaciones religiosas escasean y más con la pandemia, podemos encontrarnos este Jesús Nazareno en cada rincón de las calles de nuestros pueblos y ciudades

Gabriela Mistral, pseudônimo de Lucila Godoy Alcayaga1 (Vicuña, 04/07/1889 – Nova York, 01/10/1957), foi uma poetisa, diplomata, professora e pedagoga chilena. Por sua obra poética, recebeu o Prêmio Nobel de Literatura em 1945. Foi a primeira mulher ibero-americana e a segunda latino-americana a receber o Prêmio Nobel.
– Agora que as manifestações religiosas são escassas e mais ainda com a pandemia, podemos encontrar este Jesus Nazareno em cada esquina das ruas de nossas cidades.

¿DE QUÉ QUIERE, USTED, LA IMAGEN?
De qué quiere, usted, la imagen?
Preguntó el imaginero.
Tenemos santos de pino,
Hay imágenes de yeso,
Mire este Cristo yacente,
Madera de puro cedro,
Depende de quien la encarga,
Una familia o un templo,
O si el único objetivo
Es ponerla en un museo.

Déjeme pues que le explique,
Lo que de verdad deseo.

Yo necesito una imagen
De Jesús, el Galileo,
Que refleje su fracaso
Intentando un mundo nuevo,
Que conmueva las conciencias
Y cambie los pensamientos,
Yo no la quiero encerrada
En iglesias y conventos.

Ni en casa de una familia
Para presidir sus rezos,
No es para llevarla en andas
Cargada por costaleros,
Yo quiero una imagen viva
De un Jesús Hombre sufriendo,
Que ilumine a quien la mire
El corazón y el cerebro.

Que den ganas de bajarlo
De su cruz y del tormento,
Y quien contemple esa imagen
No quede mirando un muerto,
Ni que con ojos de artista
Sólo contemple un objeto,
Ante el que exclame admirado
¡qué torturado más bello!.

Perdóneme, si le digo,
Responde el imaginero
Que aquí no hallará, seguro,
La imagen del Nazareno.

Vaya a buscarla en las calles
Entre las gentes sin techo
En hospicios y hospitales
Donde haya gente muriendo
En los centros de acogida
En que abandonan a viejos,
En el pueblo marginado
Entre los niños hambrientos,
En mujeres maltratadas
En personas sin empleo.

Pero la imagen de Cristo
No la busque en los museos,
No la busque en las estatuas,
En los altares y templos.

Ni siga en las procesiones
Los pasos del Nazareno,
No la busque de madera,
De bronce, de piedra o yeso,
¡ mejor busque entre los pobres
su imagen de carne y hueso ¡
GABRIELA MISTRAL

DE QUE VOCÊ QUER A IMAGEM?
De que você quer a imagem?
Perguntou ao imageador.
Temos santos do pinheiro,
Tem fotos de gesso,
Olhe para este Cristo mentiroso,
Madeira pura de cedro,
Depende de quem faz o pedido,
Uma família ou um templo,
Ou se o único objetivo
É para colocá-lo em um museu.

Então deixe-me explicar,
O que eu realmente quero.

Eu preciso de uma foto
De Jesus, o Galileu,
Isso reflete o seu fracasso
Experimentando um novo mundo
Isso move as consciências
E mude os pensamentos
Eu não a quero trancada
Em igrejas e conventos.

Não está em uma casa de família
Para presidir suas orações,
Não deve ser carregado em uma maca
Carregado por carregadores,
Eu quero uma imagem viva
De um homem Jesus sofrendo,
Isso ilumina quem olha para ele
O coração e o cérebro.

Dá vontade de fazer o download
De sua cruz e tormento,
E quem contempla essa imagem
Não olhe para um homem morto,
Nem isso com olhos de artista
Apenas contemple um objeto,
Diante daquele que exclama de admiração
Que bela tortura!

Perdoe-me, se eu te disser,
O imageador responde
Que você não encontrará aqui, com certeza,
A imagem do Nazareno.

Vá encontrá-la nas ruas
Entre os sem-teto
Em hospícios e hospitais
Onde há pessoas morrendo
Em centros de recepção
Na medida em que eles abandonam os velhos,
Na cidade proscrita
Entre as crianças famintas,
Em mulheres agredidas
Em pessoas desempregadas.

Mas a imagem de cristo
Não procure em museus
Não procure nas estátuas,
Em altares e templos.

Nem siga nas procissões
Os passos do Nazareno,
Não procure madeira,
De bronze, de pedra ou gesso,
Melhor busca entre os pobres
Sua imagem de carne e osso!
GABRIELA MISTRAL

Peço desculpa aos colegas portugueses porque recorri a um tradutor e não sei se há erros

One comment on “¿ DE QUÉ QUIERE USTED LA IMAGEN?-Gabriela Mistral

Deixar unha resposta

introduce os teu datos ou preme nunha das iconas:

Logotipo de WordPress.com

Estás a comentar desde a túa conta de WordPress.com. Sair /  Cambiar )

Google photo

Estás a comentar desde a túa conta de Google. Sair /  Cambiar )

Twitter picture

Estás a comentar desde a túa conta de Twitter. Sair /  Cambiar )

Facebook photo

Estás a comentar desde a túa conta de Facebook. Sair /  Cambiar )

Conectando a %s