“Ser Mãe” – Saldanha

Este poema À MÃE, foi selecionado pela Carolina Moreira, da UGIRT.

 

“Ser Mãe e ser heroína”

Ser Mãe requer sofrimento,
Coragem, dedicação,
renúncia, abnegação
Sem uma queixa, um lamento…
Estar pronta a cada momento
a atender seus filhinhos;
adivinhar seus desejos,
e entre mimos e carinhos,
entre carícias e beijos
saber esconder amargura,
angústia, aflição,
e de si ser desprendida
por amor, não por rotina…
numa vida em doação,
ser Mãe, é ser heroína!…

Saldanha (2000)

 

Advertisements

Deixar unha resposta

introduce os teu datos ou preme nunha das iconas:

Logotipo de WordPress.com

Estás a comentar desde a túa conta de WordPress.com. Sair / Cambiar )

Twitter picture

Estás a comentar desde a túa conta de Twitter. Sair / Cambiar )

Facebook photo

Estás a comentar desde a túa conta de Facebook. Sair / Cambiar )

Google+ photo

Estás a comentar desde a túa conta de Google+. Sair / Cambiar )

Conectando a %s