In memoriam de José de Ribamar Ferreira, o poeta, escritor e teatrólogo maranhense

José de Ribamar Ferreira, o poeta, escritor e teatrólogo maranhense Ferreira Gullar morreu hoje, domingo 4 de dezembro de 2016, aos 86 anos, no Hospital Copa D’Or, na Zona Sul do Rio de Janeiro, por complicações pulmonares.

 

TRADUZIR-SE

Uma parte de mim
é todo mundo;ferreira-gullar
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.

Uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão.

Uma parte de mim
pesa, pondera;
outra parte
delira.

Uma parte de mim
almoça e janta;
outra parte
se espanta.

Uma parte de mim
é permanente;
outra parte
se sabe de repente.

Uma parte de mim
é só vertigem;
outra parte,
linguagem.

Traduzir-se uma parte
na outra parte
— que é uma questão
de vida ou morte —
será arte?

 

Traduzir-se uma parte
na outra parte
— que é uma questão
de vida ou morte —
será arte? Traduzir-se uma parte
na outra parte
— que é uma questão
de vida ou morte —
será arte?

 

barra-089

 

“Una parte de mí
es todo el mundo:
otra parte es nadie:
fondo sin fondo.

Una parte de mí
es multitud:
otra parte extrañeza
y soledad.

Una parte de mí
pesa, pondera:
otra parte
delira.

Una parte de mí
almuerza y cena:
otra parte
se espanta.

Una parte de mí
es permanente:
otra parte
se sabe de repente.

Una parte de mí
es sólo vértigo:
otra parte,
lenguaje.

Traducir una parte
en la otra parte
que es una cuestión
de vida o muerte –¿será arte? ”

Advertisements

Deixar unha resposta

introduce os teu datos ou preme nunha das iconas:

Logotipo de WordPress.com

Estás a comentar desde a túa conta de WordPress.com. Sair / Cambiar )

Twitter picture

Estás a comentar desde a túa conta de Twitter. Sair / Cambiar )

Facebook photo

Estás a comentar desde a túa conta de Facebook. Sair / Cambiar )

Google+ photo

Estás a comentar desde a túa conta de Google+. Sair / Cambiar )

Conectando a %s